As pessoas comentam sobre o lançamento do sucessor do Windows Seven, alguns dizem que é prematuro, outros mais antenados dizem que o Windows precisa vir com força para o mundo portátil (leia-se tablets), tendo em vista que o Windows Mobile não parece ter fôlego frente ao iOs e Android. No final do de 2010 ninguém se surpreendeu de verdade quando um funcionário da Microsoft deixou escapar “o Windows 8 será compatível com processadores ARM”, no caso, diferentemente dos x86 e x64 dos nossos computadores, é a tecnologia por trás dos tablets.

O que teremos em 2012? Um sistema operacional hibrido, capaz de funcionar nas mais distintas arquiteturas de CPU? Um Windows de grande porte totalmente direcionado para dispositivos portateis?

Bom, 2012 está logo ai.