Todo mundo se lembra daqueles dias difíceis da AMD, logo depois de ter comprado a ATi e assistir, de queixo caído, a linha Core da Intel massacrar os até então imbatíveis AMD K8 64 bits. O antigo CEO ainda informava que a empresa não tinha nenhum interesse em competir com o Atom da Intel, que vendia feito água, muito pela falta de alternativas no nascimento dos netbooks. Nesse meio tempo a AMD anunciou o Fusion como o futuro da computação portátil, mas disse em 2007 que ele só estaria pronto em 2009 e, finalmente, depois de atrasos, ele foi lançado em 2011.

Hoje a AMD comemora a venda de 5 milhões de unidades dos seus chips, que integram no mesmo pacote CPU e GPU. A grande vantagem frente aos produtos da Intel é incorporar a GPU, que ao contrario da Intel, possuem boa capacidade gráfica(muito pelo know-how que a AMD adquiriu na compra da Ati), sendo capaz de segurar até jogos modernos. Felicitamos a noticia, pois a linha Fusion foi uma grande aposta da Advanced Micro Devices, a única concorrente da Intel, e que por pouco não quebrou há poucos anos.

Fonte: CNET