Um resultado interessante marca a pesquisa conduzida pela Informa Telecoms and Media. De acordo com o instituto, o mercado de televisores 3D irá crescer bastante até 2016 e por lá se manterá estável, sem um crescimento chamativo.  É informado que apesar da TV 3D ser o passo seguinte da HDTV, ela não entrega uma experiência realmente inovadora, diferente do salto que se tem de um sinal SD analógico para uma visualização digital em alta definição. É esperado que o 3D seja encarado pelos futuros consumidores apenas um anexo, uma experiência adicional disponível em todos os televisores ao invés de um grande diferencial, uma necessidade de compra.

Bom, veremos.

Fonte: ITProPortal