Demoramos muito para perceber que nosso adorado petróleo não é infinito, que um dia ele acabará e por conseqüência, precisamos de novas fontes de energia. A energia nuclear sempre foi controversa, e depois do gravíssimo acidente no Japão, sua adoção só tende a diminuir com o tempo numa sociedade que precisa encontrar uma alternativa para continuar a se desenvolver. Felizmente, esse difícil cenário estimula pessoas com boas idéias, idéias que podem não mudar o mundo de um dia para o outro, mas precisam ser encaradas com bons olhos. Pesquisadores da RMIT Universidade de Melbourne, têm pesquisado uma forma de como gerar energia a partir de movimentos simples executados pelas pessoas, o resultado é que com a ajuda de um finíssimo microchip e a técnica Piezoeletricidade (esse nome difícil se dá a qualquer material, biológico ou não, capaz de acumular eletricidade com base no atrito) é possível gerar eletricidade simplesmente com a pressão dos nossos pés contra o solo enquanto caminhamos. Mais pressão = mais energia.

Na pratica, imagine uma grande cidade com milhões de habitantes utilizando calçados especiais gerando energia, e como a base do projeto é simplesmente atrito, apenas pare e pense na quantidade de alternativas teríamos, já que seu Iphone poderia ser carregado com os toques que você dá na tela.

Fonte: Physorg