Da mesma forma que fez quando a Intel vendia sozinha seus processadores Atom para fabricantes de netbooks, a AMD até então parece pouco interessada no mercado de tablets e outros dispositivos móveis. Mas um roadmap (plano/organograma) encontrado pelo website Donanim Haber mostra que a empresa possui sim planos para entrar nesse lucrativo mercado, logo depois de novas versões da já lucrativa plataforma Fusion. Uma linha de chips de codinome “Samara” já está nos planos da empresa com sua chegada marcada para 2013, fica a duvida momentânea se essa plataforma será x86 (como uma da Intel baseada no Atom) ou na linha Tegra da Nvidia, com base em processadores ARM.

Fonte

Advertisements