Há pouco, falamos de um projeto nas Ilhas Cook que pretende transformar todo o arquipélago em um ambiente totalmente auto-sustentável, agora, não muito longe dali, outra iniciativa procura incentivar a adoção de fontes renováveis. Encabeçada pelo grupo de pesquisa “The Why Factory”, o projeto a ser desenvolvido na cidade Tailandesa de Phuket promete ser belo, consistindo de uma série de ilhas artificiais em formato de flor de lírio, que captam energia solar e a transforma em eletricidade. Apresentado numa exibição chamada de “Water – Curse or Blessing”, o projeto partiu do pressuposto que 90% da população do  sudeste da Ásia vive próximo da água, e sofrem rotineiramente com enchentes, secas, e falta de água potável. As ilhas artificiais seriam pólos turísticos, onde os visitantes poderiam visitá-las via bote e apreciar belas vistas por ângulos até então inéditos. Os planos da “The Why Factory” são ambiciosos, mas artisticamente incríveis, se assemelham a cidades futuristas de filmes de ficção, algo que sem dúvida, se aplicado na cidade do Rio de Janeiro, deixaria a cidade maravilhosa ainda mais incrível.

Fonte