Apesar do titulo assustar aqueles que conhecem a história recente da Foxconn, a noticia não é tão alarmante. Durante uma festa para os funcionários, Terry Gou, fundador e CEO da empresa, anunciou planos para os próximos 3 anos, metas que incluem a substituição de trabalhadores por aproximadamente 1 milhão de robôs. Apesar de nós aqui discordamos da utilização uma festa de confraternização de funcionários para divulgar tal plano, o senhor Terry garantiu que os robôs serão utilizados em funções básicas, como pintura, solda e montagem de equipamentos. Tal noticia surge quando a Foxconn chama a atenção do mundo com casos de suicídios de funcionários em suas fábricas, onde muitos reclamam das difíceis condições de trabalho.

Fonte