Quando o valor do Kindle Fire foi exibido na apresentação da semana passada, uma parte dos presentes comemorou, pois é um tablet muito interessante por um preço agressivo, outros já pensavam em outro aspecto, “como ter lucro com um preço desses?”. Muito foi comentado sobre a Amazon estar subsidiando o Fire em prol de uma maior penetração de mercado – atitude que acreditamos, nenhuma outra empresa tomou até o momento com seus tablets – mas faz muito sentido lembrar qual será um dos trunfos do próprio aparelho frente aos seus concorrentes: a própria loja Amazon. É dela que a empresa pretende conseguir seus lucros, uma estratégia que ela sorrateiramente já utiliza com o Kindle, onde os ótimos resultados não são culpa do aparelho, mas do conteúdo comercializado por ele. O Kindle Fire é um super e-book, onde além de livros as pessoas poderão comprar séries de TV, filmes, jogos e aplicativos diversos. Muito difícil que o aparelho da Amazon tire o “fenômeno Ipad” do primeiro lugar, mas muito fácil acreditar que ele fique no segundo lugar.

Preço do Kindle Fire para a Amazon:

Com informações, Digitimes.